[RESENHA]: Uma Obsessão Sombria - Kenneth Oppel


Oi pessoal,
Tudo bem?! ;) Espero que sim!

Sinto lhes informar mas as minhas férias acabaram :( 

Amanhã retorno a rotina exaustiva de passar o dia inteiro no colégio. Foi bom enquanto durou.

Estou com muitos livros lidos, esperando para serem resenhados. Esse foi o último livro que li em 2013 e fechei meu ano com chave de ouro.
Uma Obsessão Sombria foi cortesia da parceira Editora iD e eu amei demais esse livro. 

SKOOB
O livro consiste numa adaptação do clássico Frankenstein, criado e imortalizado pela Mary Shelley. Diferentemente das outras adaptações em que exploram o que era o monstro Frankenstein, nesse livro nós vamos embarcar na personalidade do Victor, o médico que criou o monstro. Vamos entender o que se passa na cabeça de um psicopata e quais foram as motivações que resultaram na criação do monstro.

A narrativa é ambientada numa Genebra do século XIX, em que acompanhamos tudo que se passa no castelo da família Frankenstein. Nessa reinvenção do conto, Victor possui um irmão gêmeo e idêntico de nome Konrad Frankenstein. Victor e Konrad possuem uma amizade fortíssima e muito amor. Juntos, eles planejam aventuras para o futuro e novas descobertas. 

Uma Obsessão Sombria aborda a adolescência dos gêmeos e suas relações com a "prima" Elizabeth Lavenza e o amigo, Henry. Os quatro são educados pelo Sr. Frankenstein, grande representante da elite europeia. Certo dia, eles acabam descobrindo a existência misteriosa de uma Biblioteca Escura, dentro do castelo, onde estão escondidos livros proibidos, por conterem ensinamentos da Alquimia. A Alquimia era considerada bruxaria na época, por utilizar ingredientes nada convencionais e condenados cientificamente. 

É válido mencionar o conflito constante entre o Victor e Konrad. Como gêmeos idênticos fisicamente, mas absurdamente opostos psicologicamente, é fácil perceber que há um embate de quem é superior. Mesmo que involuntariamente, todos sempre tentam moldar o Victor para ser como o Konrad

Konrad seria o filho perfeito, carinhoso, apaixonante, mais amado por todos, o preferido. Enquanto o Victor, seria sempre a segunda opção de todos. Apesar de ser narrado pelo Victor, ele não fica se colocando como vítima o tempo todo. Ele sabe que sua personalidade é forte e difícil de aturar, mas tudo que ele quer é ser conhecido como Victor Frankenstein e não como o irmão gêmeo do Konrad.

É impossível não escolher um lado entre os gêmeos. O Victor sempre se achando inferior e o Konrad sempre sendo ele mesmo. O meu lado é o lado do Victor. Reconheço que ele não é bonzinho o tempo todo, mas ele foi machucado demais pelas pessoas. Imagino que deve ser muito difícil a pessoa tentar ser vista e reconhecida e por mais que se esforce, sempre permanece ofuscada pelo brilho de outrem. 

Sobre essa preterição, deixo um quote de uma crônica da Sálvia Haddad, do livro: Mel e Fel - retalhos de vida. (Resenha: aqui.)
"Isso revolta, desune, magoa. Sem perceber, pessoas já amadurecidas pela passagem do tempo e pela própria vida, plantam a semente da desarmonia e a regam todos os dias. É preciso que assumam o seu cultivo e os amargos frutos que daí advirão. Depois de certa idade, não há mais espaço para plantios irresponsáveis." (p. 40)
Apesar de existir essa preterição, é inegável que entre eles há uma relação de amor imensa. E esse fato se prova quando, misteriosamente o Konrad adoece. Abalado por uma doença misteriosa e incurável no seu irmão, Victor com a ajuda de Elizabeth e Henry partem em busca de sua única chance de salvar a vida do irmão: os conhecimentos proibidos da Alquimia.

Essa prática era proibida e repudiada por todos, mas a medicina da época não apresentava tratamento que solucionasse e curasse a enfermidade de Konrad. Victor se agarra na ideia de que ao produzir o Elixir da Vida com a ajuda de Polidori, mago-alquímico, seu irmão ficará vivo.
Ele acredita veemente nisso. Ele quer salvar a vida de seu irmão acima de tudo, mas ele também vê nisso, a possibilidade de ser reconhecido por algo exclusivamente dele, no qual o mérito seria dele e somente dele, sem mais estar a sombra do irmão. 

No meio do caminho, em busca dos ingredientes para o Elixir da Vida, Victor, Henry e Elizabeth enfrentarão muitos desafios. Enfrentarão seus medos, conviverão com (des)confiança e mentiras. Até que ponto podem confiar na ajuda que lhes parecesse fiel?! 
No decorrer dos fatos, percebemos que houve muitas coisas que contribuíram para Victor ser como é. E na continuação do livro saberemos mais coisas que lhe ocorreu, até ele criar o monstro Frankenstein.

Já deu pra perceber que eu amei demais esse livro, não é?! Pois é, li em um dia e eu estou surtando de ansiedade pela continuação. 
Recomendo a leitura! Avaliei com 5 estrelas e favoritei. É um livro de leitura simples e agradável.
A iD caprichou na capa e diagramação. 

Me empolguei um pouquinho na resenha, mas espero que tenham gostado <3 
Até breve :)
Postagem 09: 04 pontos.
Abraços, 
Adriano G.

16 comentários:

  1. Olá Adriano, como vai?

    Poxa, já é amanhã? =/ que pena... Esta é minha última semana também mas vou aproveitá-la rs, preocupa não porque são só alguns meses e finalmente formatura XD

    Eu adorei a resenha, ultimamento estou vendo livros que "contorcem" a história(não achei uma outra palavra rs) como a de branca de neve por exemplo em veneno, Julieta imortal e etc. Agora um médico criar um monstro que lega o/
    haha qual dos gêmeos é totalmente bom afinal? Haha vou procurar saber mais e se gostar lerei.
    Adoro livros com alquimia =D

    Bela resenha como sempre Dri.
    Se cuida, abraços!
    De tudo um pouco da Thá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thá *0*
      Contorcem = Adaptam, reinventam :P

      Olha o gêmeo perfeito e amado por todos é o Konrad.
      O Victor não é malvado, ele tem pensamentos egoístas e uma pitada de inveja do irmão, apenas :P

      Beijos

      Excluir
  2. Que pena, também acabou minhas férias, amanhã já começa a tortura rs
    Achei bem legal o enredo deste livro, adoro ler outras versões de estórias que conhecemos e ganham outro lado. Este livro parece ser muito bom, me deixou curiosa para saber o que acontecerá depois e como será que o personagem irá criar o monstro. Fiquei com vontade de ler e acho que também ficaria do lado do Victor, ele parece ser muito injustiçado rs
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Acho a proposta desse livro bacana e tenha curiosidade por ele, mas provavelmente não pagaria tão caro por ele. Mesmo tendo críticas tão boas e sendo tão bem comentado.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Achei muito interessante esse livro. Não li nada em relação ao Frankenstein, mas sempre tive curiosidade. Esse parece ser um bom livro!! Vou adicioná-lo à minha lista do skoob!!

    Beijinhos
    blog-belavida.blogspot.com (meu mundo em tons pastéis)

    ResponderExcluir
  5. Adorei a sua resenha. A proposta do livro é muito boa, e fiquei com curiosidade de lê-lo (:

    Estou fazendo uma pesquisa de público no meu blog e ficaria muito agradecida caso pudesse responder. O link é este: http://wesaysomething.blogspot.com.br/p/loading_27.html

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oiee, tudo bem?

    Achei o máximo o livro se passar em Genebra e no castelo de Frankenstein, Não conheço muito essa história, mas, realmente, como vc disse, a maioria dos livros falam sobre o Frank em si e não sobre o Victor. Obsessão Sombria deve ser mesmo muito interessante.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que sombrio, assustador.
    Fiquei encantada com o castelo e a história em si.
    A minhas férias acabaram faz tempo. Eu trabalho, minha vida de estudar no colégio acabou, agora é faculdade, o que está mais pesado do que eu pensava rsrsrs

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  8. A empolgação contagiou ahahah
    Depois de ler HP, sempre que vejo "alquimia", "elixir da vida" e afins já me interesso, por ser um tema presente no Pedra Filosofal.
    Adorei o post!
    abraço

    wesaysomething.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Achei a ideia do livro bem legal, tipo ver o outro lado da moeda. N conhecia esse livro e me interessei bastante... ótima resenha :)
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Confesso que não é meu gênero preferido, mas a história em si parece fantástica. O cenário, os personagens e tudo mais chamaram a minha atenção. Geralmente quando nos empolgamos assim numa resenha, é porque gostamos bastante do livro. Parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Se empolgou nada! A resenha foi excelente e muito tentadora. Muito legal terem foca a história do criador do Frankie (olha o meu carinho com o monstrinho :p rsrsrsrs). Sabe, isso me lembrou um pouco a série Once Upon A Time, o Victor é um médico que quer - nesse caso - reviver o irmão, e o irmão acaba se tornando Frankenstein. Mas o mais não tem muita relação: tempos diferentes com certeza.
    Gostei da indicação!

    http://1000-vidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá! :)
    Eu adorei a sua resenha! Sempre admirei a história de Frankenstein, apesar de absurda, é incrível, mas nunca tinha pensado em ver o ponto de vista do médico.Parece realmente muito interessante, envolvente e misterioso e, apaixonada por gêneros assim, não pude não ficar mega curiosa!
    Ótima resenha!
    Beijos :*

    http://meuuniversox.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Amigo... definitivamente vc virou meu resenhista favorito... Dri, adoro demais as suas resenhas... vc escreve tão bem que quando acaba acho que a resenha foi curta. Eu gostei de sentir a sua empolgação durante a leitura dessa resenha, pra vc ter lido em um dia significa que deve ser da hora... fico imaginando a aventura que o Victor faz para conseguir os ingredientes para fazer o elixir da vida e salvar o irmão... melhor ainda é saber que esse livro tem continuação... claro que eu coloquei na minha lista. Xero!!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, gostámos imenso do seu blog, é um blog realmente digno de estar na blogosfera, gostávamos que visitasses o nosso e seguisses, seguimos com todo o gosto de volta!

    http://oridiculodosblogsportugueses.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  15. Adriano,
    Fiquei muito interessado pelo livro e por conhecer essas preterições entre Victor e Konrad. Achei maravilhoso essa reescritura do conto de Frankestein e já adicionei a minha lista.
    Curti demais sua resenha.

    Abç

    ResponderExcluir

Olá, leitor

Obrigado pela visita. Espero que tenha gostado do material do post. Tenha certeza que ele foi preparado com muito carinho na intenção de agradar você, leitor. Sintam-se convidados para compartilhar suas impressões, comentários e opiniões sobre o assunto. É sempre um prazer receber sua visita. Voltem sempre!

- Leio todos os comentários e respondo sempre que tiver tempo!
- Os comentários que não tenham relação com o post NÃO serão retribuídos, isso envolve, convites para promoções, conhecer novos blogs e spams.
- Ao fazer seu comentário, deixe seu link que eu adorarei fazer uma visita ao seu blog.

Obrigado pelo comentário :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...